Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Atendimento on-line ou presencial na região da Av Paulista. Rua Bela Cintra, 968. - (11) 3262-0621 - Agendamento pelo WhatsApp (11) 99787-4512

  • Início
  • O que é ser uma pessoa borderline?

O que é ser uma pessoa borderline?

Borderline é o termo inglês que em português significa limítrofe.

Associado a um diagnóstico de transtorno de personalidade a palavra borderline pode às vezes ser usada de modo leviano trazendo confusão e atrapalhando a compreensão desse transtorno e do seu tratamento.

A pessoa com borderline

A insegurança é um dos traços da personalidade borderline. Questionar-se sobre seus desejos, gostos e se as pessoas realmente gostam dela são parte do seu cotidiano.

A pessoa com características borderline pode apresentar instabilidade do humor que pode variar no mesmo dia.

Isso quer dizer que num momento a pessoa pode se sentir apaixonada por alguém e muito empolgada num relacionamento e no instante seguinte sentir raiva da mesma pessoa.

Isso gera um desgaste muito grande, especialmente afetivo, e compromete a saúde mental não só da pessoa que age assim como também daquelas que interagem com ela.

Família e amigos podem se sentir à beira de um ataque de nervos.

O transtorno borderline compromete a saúde de todos por perto.

E quando a pessoa se sente abandonada ou negligenciada pode reagir de maneira extrema com violência verbal e mesmo física.

Uma conduta perigosa também está associada ao transtorno borderline. 

Dirigir sem respeitar sinalização e limites de velocidade e de maneira imprudente além de se autolesionar com ou sem intenção de tirar a própria vida.

Agendar consulta

Vida social para a pessoa com borderline

A vida social e íntima da pessoa com características borderline é geralmente tumultuada devido a cobranças internas para que se sinta acolhida e amparada pelos outros.

Quando não se sente amada ou no instante em que presenciar qualquer oscilação do outro com relação ao vínculo que mantém consigo a pessoa com traços borderline pode explodir.

Essa explosão pode ocorrer como uma discussão onde a pessoa acusa a outra mesmo sem razões objetivas para isso.

Isso torna as relações sociais particularmente difíceis para a pessoa com borderline.

Diagnóstico do transtorno borderline

O transtorno de personalidade borderline pode ser confundido com outros diagnósticos como transtorno de afetividade bipolar ou depressão.

Por conta da variação de humor, que às vezes se apresenta rebaixado e em outros momentos pode chegar a euforia, o diagnóstico do borderline pode ser um desafio.

O Manual Estatístico e Diagnóstico da Associação Americana de Psiquiatria (DSM) é o principal guia para doenças e transtornos mentais e traz duas variações para o borderline:

O tipo impulsivo que se destaca pelo descontrole emocional e falta de controle de impulsos.

E o tipo borderline, limítrofe, que apresenta distúrbios na autoimagem, dificuldade de planejamento pessoal, relações interpessoais tumultuadas e intensas, além de possuir um comportamento autodestrutivo. 

O comportamento de risco pode envolver uso abusivo de substâncias psicoativas e sexo desprotegido.

Do mesmo modo é comum que a depressão, quadros de ansiedade e perturbações alimentares acompanhem o transtorno borderline.

Tudo isso pode se relacionar à instabilidade do humor e a sensação de vazio e pouca valia que as pessoas com traços borderline experimentam. 

O que é crise de borderline?

Quando contrariada ou criticada a pessoa com traços borderline pode reagir desproporcionalmente. A literal tempestade em copo d’água acontece.

Nesses momentos de crise ameaças de suicídio ou agressões a outra pessoa também podem ocorrer. Não só a bravata como o ato violento em si podem ocorrer.

Tudo isso está dinamizado pela impulsividade que o transtorno de personalidade limítrofe traz.

Tratamento para borderline

O tratamento para o transtorno borderline envolve psicoterapia e muitas vezes terapia medicamentosa guiada por médico psiquiatra.

Há diferentes técnicas psicoterápicas que podem ter efeito sobre o transtorno borderline.

A abordagem mais utilizada devido a sua popularidade atual é a terapia cognitiva-comportamental (TCC).

A principal indicação é se consultar com profissionais especializados que possam orientar a pessoa com suspeita de transtorno borderline e sua família no diagnóstico e tratamento de excelência.

Agendar consulta

Encontre um psicólogo qualificado

Diante do que vimos sobre o transtorno borderline fica evidente a necessidade de ajuda profissional.

Você encontra profissionais experientes e formados pelas melhores instituições de São Paulo e do Brasil em nossa clínica.

Agende sua consulta conosco.

 

 

ImprimirEmail

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha Aqui seu Psicólogo - Quanto Custa a Psicoterapia? - Informações Gerais
Consulta com Psicólogo - Agende Aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade Paulista

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)