Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Atendimento on-line ou presencial na região da Av Paulista. Rua Bela Cintra, 968. - (11) 3262-0621 - Agendamento pelo WhatsApp (11) 99787-4512

  • Início
  • Reconheça os sinais de autossabotagem

Reconheça os sinais de autossabotagem

Quem nunca se perguntou se estava vivendo um momento de autossabotagem?

O medo do fracasso pode acionar mecanismos de autodefesa que podem se tornar prejudiciais, como a autossabotagem.

Essa resposta inadequada pode trazer consequências negativas para relacionamentos pessoais e profissionais.

Adiamos ou cancelamos planos e contatos pessoais por medo de que as coisas não deem certo.

Na autossabotagem a pessoa pode sentir que não merece nada de bom, e age para que seja assim.

Mas como exatamente acontece esse fenômeno?

 

Quando acontece a autossabotagem?

Acredita-se que o ato de se sabotar é mais frequente quando o nosso cérebro está no auge da atenção, ou seja, quando estamos mais focados numa tarefa.

Aquele “branco” na hora da prova pode ser um exemplo disso. Mesmo depois de muito estudo e preparo não conseguimos responder ou desempenhar determinada tarefa.

A autossabotagem pode ocorrer de maneira consciente ou inconsciente.

Muitas vezes as pessoas sequer percebem que estão se autossabotando.

Então podemos dizer que grande parte do que fazemos quando nos autoboicotamos é inconsciente.

De onde vem a autossabotagem? 

Experiências e sentimentos negativos relacionados a acontecimentos na infância e adolescência podem estar na raiz da autossabotagem.

Com um passado relacionado a resultados percebidos como negativos, a autossabotagem pode ser uma resposta automática que cria pensamentos e comportamentos negativos que se repetem em nossas vidas.

Opiniões mesmo ditas em tom de brincadeira, ou com uma intenção divertida, para uma criança ou adolescente podem reverberar em suas vidas de maneira mais profunda do que a pessoa que fez a brincadeira tinha intenção.

Algumas pessoas são mais sensíveis e vulneráveis às influências externas, podendo criar reações menos saudáveis a críticas e suas percepções do mundo.

Rejeição e maus tratos na infância e/ou adolescência também podem trazer frutos como a autossabotagem.

Problemas como ansiedade e doenças como a depressão, e cardiopatias podem ser algumas das consequências da autossabotagem.

Identifique a autossabotagem

Para identificar a autossabotagem na sua vida há algumas perguntas que você pode se fazer.

Uma dessas questões é se você costuma colocar obstáculos diante dos seus desejos.

Talvez algo que você queira muito esteja num caminho cheio de dificuldades que não sejam necessariamente reais?

O autoconhecimento é uma das suas armas contra a autossabotagem.

Sintomas da autossabotagem

Pensar em diferentes desejos e não conseguir se planejar para realizá-los, assim como vivenciar boas experiências, como um namoro que está dando certo e abandoná-lo podem ser sintomas de autossabotagem.

Vitimização

Colocar-se no lugar de ser cuidado pode nos dar uma identidade frágil e contribuir para nossa autossabotagem.

Quando se está “doente” ou “incapaz” somos poupados de cobranças e questionamentos.

Torna-se cômodo estar nesse lugar passivo onde não precisamos nos preocupar com o mundo e suas responsabilidades, nem com nossos planos.

Negatividade

Quando a pessoa não aproveita suas conquistas, não percebe progresso e não acredita que coisas boas aconteçam em sua vida isso pode ser um sintoma da autossabotagem.

Esse foco insistente em aspectos negativos de si e do mundo impedem que a pessoa possa ter uma visão mais objetiva dos próprios desejos e potencialidades.

Procrastinação

Adiar a realização de tarefas pode ser uma maneira de evitar entrar em contato com sua limitação imaginária (porque não foi testada ou já tendo sido colocada à prova você tem a memória do fracasso, ilusório).

O medo da mudança pode ser uma das causas para comportamentos de autossabotagem. E a mudança é o que acontece quando nos colocamos em movimento. 

Agendar consulta

Dependência no processo de autossabotagem

Procurar apoio em outras pessoas para realizar tarefas pode ser uma maneira de dependência que favorece a autossabotagem.

Essa forma de autoboicote está frequentemente relacionada à baixa autoestima e a uma infância que contou com cuidadores superprotetores.

Sobrecarga de tarefas

A autossabotagem também pode ter um lado mais inusitado: fazer com que a pessoa se sobrecarregue de tarefas.

Por querer se fixar num padrão de resultados, a pessoa concentra todas as tarefas em si, sem pedir ajuda ou delegar tarefas para outros. 

No futuro a pessoa pode dizer que não entregou o resultado esperado porque não deu conta de fazer tudo sozinha.

Negação

Esse tipo de comportamento faz com que a pessoa negue suas próprias necessidades e desejos a fim de evitar fracassos imaginários no futuro.

Autossabotagem e autoestima

A autoestima pode ser ferida pela autossabotagem.

A pessoa vai deixando de confiar em si mesma e não acreditar mais na sua força de realização.

Sem autoconfiança de que pode agir no mundo a pessoa pode começar a se isolar do mundo externo e a buscar conforto naquilo que é mais conhecido e seguro. 

A insegurança diante do futuro, que não pode ser, de fato, adivinhado em suas minúcias, é normal. Mas não precisa ser paralisante.

Proteger-se do desconhecido e agir com cautela é uma reação saudável. A medida desse cuidado e hesitação é que pode se tornar prejudicial se se transformar em autossabotagem.

Tratamento

A autossabotagem pode ter raízes profundas no nosso interior.

Para ajudar a identificar as causas e mecanismos da autossabotagem na sua vida, um especialista em psicologia pode ser essencial.

Compreender as origens da autossabotagem, identificar pensamentos e comportamentos que mantêm esse padrão e encontrar novas maneiras de agir no mundo podem ser alguns objetivos para se buscar o apoio de uma psicoterapia.

Uma dica é se afastar de qualquer relacionamento abusivo, seja na esfera pessoal ou profissional. Pessoas que destacam seus medos e pontos negativos são uma má influência e te colocam “pra baixo”.

Abrace a mudança

Você acredita que pode estar sendo vítima de autossabotagem?

Identificou algum dos pontos que mencionamos no texto em sua vida?

Talvez seja hora de mudar seu ponto de vista e focar nos seus objetivos e criar planos razoáveis para alcançá-los.

A autossabotagem pode ter diferentes causas e a psicoterapia auxilia no reconhecimento das qualidades e recursos internos.

Agendar consulta

O trabalho com um psicólogo também visa ao fortalecimento da autoestima, o que favorece a criação de condições para que a pessoa consiga realizar as mudanças concretas que busca para a sua vida.

Consulte um psicólogo para lhe ajudar nesse processo de autoaprimoramento. 



 

ImprimirEmail

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha Aqui seu Psicólogo - Quanto Custa a Psicoterapia? - Informações Gerais
Consulta com Psicólogo - Agende Aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade Paulista

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)