Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Timidez / Fobia social

A Fobia Social é um transtorno de ansiedade relacionado com a dificuldade em manter relações interpessoais. Toda timidez que seja tão intensa a ponto de causar sofrimento ou prejuízos em qualquer esfera, sejam pessoais, sociais, profissionais, financeiros deve ser avaliada e verificar a possibilidade de tratar-se de Fobia Social.

Psicologo para tratar fobia socialComportamento do tímido

Considero timidez uma característica, normalmente não cabe tratamento a menos que esteja causando algum tipo de prejuízo, seja ele emocional ou não. O tímido caracteriza-se por sentir extrema ansiedade em situações onde imagina que será percebido e avaliado, qualquer possibilidade de chamar a atenção será evitada. O tímido poderá evitará qualquer roupa que chame atenção, qualquer comportamento que o faça se sobressair aos demais.

A timidez exagerada é identificada quando a exposição à situação social, como por exemplo falar diante de pessoas, fazer perguntas, paquerar provoca uma intensa e imediata ansiedade. É comum que esta pessoa prerceba ataque de pânico ligado à situação social. A interação social é evitada, embora às vezes seja suportada com pavor. O tímido evita toda e qualquer situação onde se sinta avaliado ou julgado pelos outros. Evita se expor e se esconde em si mesmo.

Poderá ficar extremamente constrangido se ficar vermelho diante das pessoas, mas por sua característica mais introvertida, ficar vermelho é muito provável, a "solução" encontrada costuma ser a evitação de contatos com pessoas com quem ainda não tenha intimidade suficiente.

Situações onde a Fobia Social se torna mais evidente

A fobia social pode ser percebido em situações onde a pessoa tenha muita dificuldade em se colocar em publico, apresentar trabalhos na escola, ir a festas, reuniões sociais ou de trabalho. Fóbico social costuma ser a pessoa que odeia ser o centro das atenções, mas se sente o centro das atenções o tempo todo. Normalmente sabe que é tímido, sabe que é ansioso e acha que todo mundo percebe essa ansiedade. O incomodo pode chegar a ponto de deixar de fazer suas coisas, pode sentir que todo mundo repara nele o tempo todo, que em qualquer momento vai ficar morto de vergonha. O interessante é que para deixá-lo morto de vergonha não precisa de muito, o professor falando o seu nome na chamada pode provocar ansiedade, morre de vergonha estar no inicio de uma fila devido a sensação de que todo mundo está olhando para ele. Alguns se esquivam de atividades sociais. Não vai à festas, não fala com as pessoas, não se sentem confortáveis quando estão em sociedade.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Como os amigos e familiares lidam com os Tímidos

Quem não tem fobia social pode não entender, e pergunta “e daí se alguém te olhar?”, o tímido pode responder “vão perceber que eu estou morrendo de vergonha, que eu estou vermelho, suando, estou sem graça, que eu não sei o que dizer”. Para o fóbico isso poderia ser a pior coisa do mundo. Alguém perceber que ele está nervoso seria como passar atestado de incompetência. É comum pensar que o pior vai acontecer, que vai gaguejar, vai tropeçar, vai passar o dia com o zíper da calça aberto, que vão rir dele, vão pensar que é esquisito.

O fóbico social deseja o contato com outras pessoas?

Nem sempre. O fóbico social pode tornar-se cruel, pois pode pensar que estão sendo um cruéis com ele.

Porque isso? A psicologia evolucionista explica desta forma: É uma questão de sobrevivência. Para o homem primitivo sobreviver ele precisava saber que não seria atacado, e a melhor garantia de não ser atacado é saber que os outros gostam de você, então você não pode correr o risco de não gostarem de você, é questão de vida ou morte, fica muito importante não dar mancada, não errar, para ser gostado.

Perfeccionismo

Em algumas situações o fóbico social pode se tornar um perfeccionista onde só se envolve em atividades sociais se tiver certeza que será o melhor naquela atividade. Exemplos: Só lerá um texto na frente dos outros se considerar o melhor orador. Só vai até o banco se achar que ele domina perfeitamente todos aqueles botões do caixa eletrônico.

Mas quem é que consegue dominar perfeitamente tanta coisa assim? E pensando bem para qualquer pessoa aprender uma nova atividade seria necessário passar por um período treinando, errar e acertar. Mas o fóbico social não costuma se aceitar errando, quer fazer tudo perfeito desde a primeira tentativa.

Evitação

A resposta do timido pode ser fugir da situação - comportamento de evitação. Exemplo: Não vai fazer um curso porque ouviu falar que o professor faz perguntas pros alunos, e aí ele pensa “e se eu não souber responder?” Conclusão: limita sua própria vida, não se permite vivenciar coisas novas, desfrutar do simples prazer de estar vivo.

“O que? me colocar lá na frente fazendo papel de bobo na frente de todo mundo”. Este é um exemplo de pensamento catastrófico.

Em minha experiência percebi que muitos com timidez que sofre escondido, mente para família, mente pros amigos dizendo que não vai na festa de final de ano da empresa porque a avó ficou doente, ele tem medo de ficar na frente e participar da brincadeira do amigo secreto. Imagina, todo mundo olhando e percebendo que ele está nervoso “nem pensar... vou ficar em casa mesmo... onde ninguém me julga... ninguém olha pra mim com cara de quem está pensando que eu só faço coisa errada... que sou um atrapalhado”.

A pessoa que age assim ainda pode não perceber que isso significa fuga, esquiva, limitação da vida, prejuízo pessoal, social e muitas vezes até financeiro. Quantos negócios, quantas oportunidades de emprego as pessoas podem perder se não tiverem uma vida social, se não se derem uma chance para conhecer gente nova.

Isso sem falar na vida amorosa, quanto mais se esconde menos chance de conhecer alguém para compartilhar.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Percepção Seletiva

Percebi que tímido pode ter uma tendência a percebe com maior enfase as coisas negativas. Se um evento negativo aconteceu com a pessoa que sofre de fobia social, com o extremamente tímido, uma ou duas vezes na vida, para ele a coisa aconteceu o tempo todo.

Por exemplo, se um dia ele saiu de casa com o zíper aberto, ele vai dizer que toda vez que sai sempre de casa está com o zíper aberto. Isso porque ele tem tanto medo de passar vexame, que é só o que ele vê em sua frente: Vexame!

Leitura mental

O fóbico social pode considerar que sabe o que os outros estão pensando “Aquele ali está pensando que eu sou um ignorante... aquele outro está pensando que aqui não é meu lugar... que eu não devia ter vindo pra cá”. Eu já atendi, em psicoterapia, pessoas que deixaram a escola porque era insuportável conviver com os colegas de sala. Atendi pessoas que recusaram empregos, bons empregos, porque teriam que apresentar relatórios, ou seja falar em publico. Atendi pessoas sem amigos porque acabam metendo os pés pelas mãos quando vão falar com as pessoas, ficam retraídos de tanto medo que tem de falar besteira.

Auto - observação

Uma característica do fóbico social pode ser o habito da auto observação. Por exemplo: Ficar o tempo todo verificando se sua postura está boa, se deve colocar a mão no bolso, se está falando a coisa certa, do jeito certo, se a sua roupa está adequada, se faz trejeitos com o rosto, se os outros estão com roupa mais sociais ou mais esportes. E caso ele considere que não está adequado o sofrimento emocional é certo.

Fonte: Vicente E. Caballo - Tratamento Cognitivo Comportamental dos Transtornos psicológicos

Psicologo tratar timidez carreira

Entrevista cedida para o Jornal A Cidade - Ribeirão Preto

Timidez e carreira

Quais as estratégias que o profissional considerado tímido pode usar para ter sucesso nos negócios

O tímido pode identificar quais comportamentos necessitam ser desenvolvidos – por exemplo, para uma pessoa pode ser muito importante que aprenda a falar e expor suas ideias em reuniões de negócios, para outra pode ser mais importante desinibir-se para fazer ligações e falar ao telefone, outros já precisam de vencer a timidez e tenham iniciativas como por exemplo apresentar seus projetos à chefia.

- Descrever cada comportamento em passos pequenos. Por exemplo, a pessoa que precisa desenvolver habilidades em falar em reuniões pode identificar os passos:

1- Vestir uma roupa adequada a reunião do dia.

2- Chegar mais cedo para ocupar uma cadeira central de forma a não precisar falar muito alto para ser ouvido.

3- Preparar o material de forma a sentir muita segurança quanto ao conteúdo a ser dito.

4- Ao chegar iniciar com um “bom dia” aos colegas de trabalho em tom mais alto que o usual.

5- Preparar uma pequena frase para ser dita antes de estar pronto para descrever toda uma ideia. 6- Treinar a observar e entender quando é o momento certo, e elegante, de falar, sem cortar as outras pessoas mas também sem esperar por ser convidado a falar.

7- etc.

O tímido também pode identificar as origens desta característica. Alguns são tímidos por personalidade, ou seja, nasceram assim. Outros podem ter passados por situações onde foram censurados, desmerecidos, ridicularizados e assim acabaram por bloquear a espontaneidade.

A compreensão de alguns pontos também podem ajudar muito os tímidos, como por exemplo perceber que não precisam ser astros de televisão para serem bem sucedidos nos negócios, mas precisam dominar apenas os momentos nos quais seus negócios precisam de sua atitude. Com isto em mente a auto cobrança já pode diminuir bastante. 

Tópicos:

Fobia Social Sintomas: Medo ou ansiedade acentuados acerca de uma ou mais situações sociais em que o indivíduo é exposto a possível avaliação por outras pessoas. (Fonte DSM)

Como tratar: O processo terapêutico pode incluir a identificação e correção de pensamentos disfuncionais, treino comportamental, identificação de eventos do passado que possam ter sido a causa, etc.

Fobia Social Tem cura? É grave? Quando a evitação social causa grandes prejuízos em uma ou mais área da vida desta pessoa pode ser considerada grave. Em nossa experiência percebemos que existem pessoas que se beneficiam muito do tratamento, outras conseguem algum controle. Acredito que as pessoas que se dedicam ao tratamento, não tem outras comorbidades, tem seu diagnóstico realizado corretamente, podem ter bons resultados. Mas cada caso deve ser avaliado individualmente.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Adolescência: Período onde as descobertas são tão importantes o acometimento de tamanha inibição pode limitar o desenvolvimento esperado para a fase.

"A fobia social destruiu minha vida" Esta é uma frase comum de se ouvir por pessoas que perceberam grandes prejuízos devido dificuldade em simplesmente conviver socialmente. Vencendo: O trabalho da psicoterapia se faz no sentido da superação das dificuldades típicas da fobia social. O psicólogo pode propor exercícios mentais ou práticos, conforme o que avaliado como necessário para cada caso, ou outras técnicas para que se caminhe no sentido da superação.

Como curar a fobia social? Como controlar? Existem várias opções de metodologia na psicoterapia para a fobia social, por exemplo a terapia cognitiva comportamental desenvolveu um protocolo específico para o trabalho da fobia social. Controlar é a meta de quem busca orientação psicológica, e para este objetivo a psicologia tem desenvolvido técnicas para serem aplicadas conforme a necessidade de cada caso.

TCC Terapia Cognitiva Comportamental é trabalhada com um protocolo específico onde pode ser proposto pelo psicólogo exercícios de dessensibilização ou outros.

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP