Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Relacionamento duradouro

Entrevista cedida para Jornal Folha - Caderno Mulher

Fases no relacionamento

O que acontece entre conhecer, namorar e casar

1- Olhar a distancia/saber a respeito através de amigos

Esta fase pode ser envolta de muita fantasia. Olhar uma pessoa de longe ou ouvir seus amigos mencionarem alguém pode fazer a imaginação correr por caminhos muito além da realidade, mas pode ser uma fase interessante pois de fantasia também se vive.

Psicologo para tratar relacionamento

2- Primeira palavra trocada

A fantasia ainda pode imperar. Aquilo que imaginamos da outra pessoa “tempera” nossa percepção desta pessoa.

3- Captar informações a respeito do outro

Nesta fase inicia-se a troca de ideias e conhecimento quanto a rotina da outra pessoa, seus valores, suas qualidades e talvez alguns defeitos – mesmo que nesta fase seja comum esconder os defeitos pois acredito que a maioria gosta de passar a melhor impressão possível. Alguns se desencantam e encerram o relacionamento por aí mesmo. Este é o momento onde normalmente se começar a definir internamente se deseje continuar algo a mais com esta pessoa ou não.

4- Contato físico

Para alguns esta fase pode ser muito importante, para as mulheres costuma ser menos importante, pois elas costumam valorizar mais as ideias de um homem do que seu corpo, mas isto não é regra. Alguns chegam nesta fase em 5 minutos, o que é uma pena, pois acredito que podem perder toda uma riqueza de construção do relacionamento.

5- Programas a dois

Talvez agora o casal começe a perceber se o que viu no outro, ou o que o outro declarou sobre si mesmo, corresponde à realidade. Por exemplo: Quando o rapaz fez lindos discursos sobre como ele adora filmes românticos mas no primeiro programa já escolhe um filme de ação deu toda a chance para a moça ver que ou ele até esforçou para agradar mas não conseguiu manter por muito tempo esta dedicação.

6- Frequentar a casa do outro/conhecer família e amigos

Este é o passo onde algumas moças costumam considerar a definição do relacionamento sério, mas percebo que nem todos os homens pensam igual, para alguns o ato de levar a moça para conhecer seus amigos pode também ser uma forma de diluir o contato com outras pessoas por não querer mais tanta intimidade.

7- Definir que este relacionamento tem futuro

Este é o momento onde se conversou diretamente ou comportamentos claros de ambas as partes definem que pretendem ficar juntos por muito tempo, ou para sempre. Alguns problemas podem aparecer exatamente nesta fase se uma das partes tem mais certeza do que quer do que a outra parte. Pode ser interessante conversar, deixar claro o que gostaria e caso o outro tenha projetos de vida muito diferentes do seu este é o momento de redefinir suas prioridades.

8- Casar/morar junto

Esta fase ainda costuma ser muito empolgante. Costuma dar um certo medo, com razão, pois muita coisa pode mudar.

9- Rotina do dia a dia

Nesta fase percebe-se que rotima do dia a dia, como comprar papel higiênico por exemplo, pode não ser nada romântico, mas seria uma necessidade do dia a dia. Mas o glamour da relação pode ser redescoberto.

10- Aprender a renovar ou fim do relacionamento

Todos podemos mudar com o tempo e também podemos conhecer o outro a cada dia um pouco mais, até que um dia podemos descobrir que ainda não conhecemos muito do outro. Acredito que se não nos tornarmos novas pessoas, e melhores, a cada dia, a manutenção do relacionamento pode sofrer. Não digo que todo casamento tenha que ser uma montanha russa cheia de aventuras, até a calmaria do dia a dia pode ser muito desejável se soubermos lidar com estes momentos, ler ao lado do outro, trocar um olhar, buscar um copo de agua sem ser solicitado por ser o que um relacionamento precisa para se renovar.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Como manter um relacionamento

Entrevista cedida para o Jornalismo Nos Mulheres

Não há receita certeira sobre a duração de uma relação amorosa: de instantes a dias, de dias a semanas, de semanas a meses, de meses a anos ou uma vida inteira. Mas podemos pensar em inúmeras maneiras de, em formas de tentativa, em possibilidades de entrega.

Relacionamento duradouro

Aspectos sustentadores de uma relação amorosa:

-Respeito;

-Comunicação;

-Valores e quereres compartilhados;

-Desejo.

Cada relacionamento é único

É importante que se entenda quais aspectos são fundamentais para àquele e único casal, como por exemplo: São mais afetivos ou mais sexuais? São mais sistemáticos ou mais liberais? E assim por diante. E nunca uma “classificação” exclui outra, já que podem ser a fusão de tudo, e o são, em determinadas situações.

O que constrói um relacionamento

Quanto à importância de alguns detalhes na construção da durabilidade da relação, cavemos um pouco mais:

1. Afinidades mútuas;

2. Maturidade na forma de lida com a relação;

3. A leveza de estar na companhia do outro;

4. O não-abandono: estar ali não só quando necessário;

5. A verdade;

6. O brilho nos olhos;

7. Descobrir-se e redescobrir-se;

8. A intensidade;

9. Aceitação de algumas diferenças;

10. A lealdade, então, a fidelidade;

11. O crescimento mútuo;

12. A cúmplicidade;

13. Conviver e lidar com a convivência;

14. Viver o presente costurando o futuro, mas sem ansiedade;

15. Momentos para si, apenas si. E permita que o outro também os tenha;

16. Lembre-se que a confiança é construída;

17. Atividade sexual: intimidade que permite inovações;

18. Surpresas;

19. Saia da bolha da relação e tenha vida social;

20. Saia da excessiva socialização e entre na bolha da relação;

21. Brigas acontecem, seja franco com o outro e resolva a situação com brevidade e maturidade;

22. Não imponha mudanças na maneira de ser do outro. Mudanças ocorrem com o tempo e de forma gradual.

23. Pondere sobre o dano que lhe causou uma expectativa não atingida.

24. Não faça algo pensando em omitir do parceiro.

25. Trocar e compartilhar: de ideias a tempo.

26. Participação na vida do outro.

27. Cuide-se, não para o outro, mas para si.

28. Transparência e sinceridade: se algo não lhe agradar, diga.

Depois que fora cavado, hora de aterrar:

1. Corpo: sensação de transbordamento com a união de corpos, sendo realização da fusão com o ser amado.

2. Especialidade do desejo no não-nome do ser amado: impossibilidade de nomear o que se sente.

3. Esquecimento: tenha momento só seu, atividades só suas, para que a memória do ser amado, quando vier a tona, venha com a força da saudade.

“Encontro pela vida milhões de corpos; desses milhões posso desejar centenas; mas dessas centenas, amo apenas um. O outro, pelo qual estou apaixonado, me designa a especialidade do meu desejo”. Roland Barthes.

Victor Dalla Nora Araujo CRP- 06/104201

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP