Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Problemas familiares

Considero as questões que podem ser tratadas dentro de “problemas familiares” as que podem ter sido causadas pelos relacionamentos ou comportamentos de membros da família, ou que podem ser tido outras causas mas que foram exacerbados devido a interação com a família.

Psicologo para problemas familiaresNormalmente estão na infância os momentos onde as ações da família podem ser significativas, quando disfuncional, a ponto de requerer intervenção terapêutica em algum outro momento da vida, mas a qualquer instante pode ocorrer situações que gerem conflitos emocionais.

Famílias podem apresentar problemas claramente identificados como por exemplo membros portadores de dependência química, agressivos, abusivos, etc. Mas também podem apresentar problemas que nem sempre são percebidos numa primeira análise como por exemplo comportamentos sutis de rejeição, experiências não tão intensas mas repetitivas de dominação, dependência emocional, etc.

Nem sempre é possível que os membros da família compareçam à psicoterapia, mas é possível realizar a psicoterapia individual considerando as influências da família na formação da problemática da pessoa que procura ajuda psicológica.

Algumas vezes o psicólogo recebe queixas onde percebe que a influência da família, quanto ao problema apresentado em consultório, ocorreu em algum momento do passado, e mesmo que estas situações não mais ocorram, é possível que ainda haja sequelas emocionais e comportamentais.

Outras vezes as situações problemas ainda ocorrem e, é possível que o paciente procure ajuda com objetivo de conseguir lidar com esta família.

Qualquer pessoa da família pode ser considerada na análise e psicoterapia como por exemplo, pais, irmãos, tios, primos, avós. Normalmente os familiares mais próximos são o que “aparecem” com maior frequência nos temas tratados em consultório, mas outros parentes que tenham maior convivência, ou influencia, também costumam ser protagonistas nos relatos.

Situações comuns podem ser a falta ou dificuldade de comunicação entre os membros da família, diferenças de opiniões, abusos físicos ou verbais, impedimento da autonomia, proibições ilógicas, desconfianças, comportamento imprevisível, intolerância, punições desproporcionais, chantagem emocional, criticas exageradas, falta de apoio, comportamento invasivo, etc.

É possível que ocorram problemas na família que não afetam diretamente a pessoa que procurou ajuda psicológica mas de forma indireta pode abalar emocionalmente ou estressar, como por exemplo em situações de doença na família onde as necessidades desta pessoa pode superar a capacidade de atendimento por este membro da família, idosos com necessidades especiais, desavenças entre outros membros da família, etc.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Referência

Goldenberg, I. y Goldenberg H. (1991) Family Therapy:Na overview. Pacific Grove

Minuchin, S. (1974) Families and Family therapy. Cambridge, MA: Harvard University.

psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP