Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Papel do pai

Psicologo para tratar papel do paiEntrevista cedida para Revista Caras

Papel do pai na criação dos filhos

Um filho muda a vida de um casal?

Psicóloga: Um filho pode mudar toda rotina e talvez a visão de futuro, programação financeira pois inclui novos gastos, as férias deverão ser adaptadas ao período e lugares adequados aos filhos, etc. A cabeça destes pais podem funcionar de forma totalmente diferente mas o amor a esta criança faz com que todas estas adaptações possam muito prazerosas. Pensar em termos de um grupo maior (uma família) pode ajudar os pais a desenvolver maior flexibilidade.

Importância do homem interagir/participar ativamente do período de gestação

Psicóloga: Quanto mais o pai estiver presente em tudo que se refere a este filho mais conexão poderá ter com a criança. Escolher um simples brinquedinho para decoração do quarto poderá ajudar a se sentir mais próximo desta criança. Sendo assim a dica é: Não considere coisa alguma como atividade exclusiva da mãe – tudo pode ser vivenciado pelo pai. Seja curioso em relação a tudo que envolve a criança, pense em como deve ser o ponto de vista do bebe em todo e qualquer aspecto. Leia o que quiser sobre crianças e chegue a suas conclusões.

O que fazer para o pai criar o vínculo com o filho

Psicóloga: Relacionamento é construído com olhares, toques, sorrisos, fazer coisas juntos, provocar reações, e responder aos comportamentos da criança. Isso inclui, brincar, alimentar, trocar fralda, dar banho, etc. Principalmente interagir.

Algumas mulheres acham que só o jeito delas de cuidar está certo

Psicóloga: As mães podem ser superprotetoras, cabe ao pai demonstrar interesse e provar a importância de sua participação.

A divisão das tarefas melhora o relacionamento do casal

Psicóloga: Por mais que a mãe considere que o filho será um produto seu ela não está correta. Esta criança será influenciada pelo pai, avó, avô, irmão, amigo, etc. Quanto mais o pai entrar em sintonia e participar ativamente das tarefas que envolvem esta criança mais ele poderá influenciar seu filho com seus valores, pois toda criança aprende o que vê as pessoas fazendo.

Pai e filhoEntrevista cedida à MBPress

Participação do pai na educação dos filhos

Dizem que o laço entre mãe e filho é tão grande que não sobra espaço para o pai. Será mesmo?

Essa história de que o homem é quem deve prover financeiramente a casa e a mulher deve ficar em casa cuidando dos filhos é muito antiga.

Talvez este conceito contribuísse para que os pais não assumissem seus filhos por inteiro (eles apenas ajudavam garantindo o sustento). Essa questão cultural mudou muito. Hoje o mundo não traz esse conceito do pai distante, mesmo a mulher não exercendo mais seu papel como antes.

Evolutivamente o modelo do pai provedor e mãe cuidadora já fez sentido, mas não há como não vir à mente um lindo rapaz das cavernas barbudo, vestido de peles e com um tacape nas mãos saindo para caçar enquanto a mãe (cabeluda e vestido de peles) cuida do bebe na caverna.

Os pais cada vêm mais vem gostando de darem comida, trocar fraldas e ficar mais tempo com seus filhos. As mães vêm tendo menos peso na consciência de saírem para trabalhar. E raros casos onde a troca é completa, a mãe trabalha e o pai fica em casa, mas também funcionaria, porque não?

Dizem que a relação entre mãe e filho é muito forte por isso o pai às vezes não “encontra espaço” dentro da relação com o filho.

A relação é forte com quem o filho tem contato. Se ele ficar todo o tempo com a avó, ou mesmo ter um tempo de maior qualidade com esta avó ele terá uma relação mais forte com ela do que com sua própria mãe. Relacionamento é sempre construído, contamos qualidade e intensidade do tempo que ficam juntos.

A mulher às vezes, sem querer, poda a relação entre pai e filho.

Pode ser que as mulheres que ainda tenham aquele conceito antigo de divisão de papeis muito definido onde pai não cuida e mãe não provê acabem podando, mas não há poda que seja eficiente se o pai não permitir. Ela pode podar agora, mas depois o pai pode aproveitar oportunidades e criar um momento de intimidade com este filho que irá fortalecer o vinculo de forma muito bacana.

Recentemente um homem causou uma polêmica enorme ao dar o peito para a filha sugar (ela chorava e a mãe não estava em casa)

Entendo que esta é uma cena que choca. Mas o bebe mama tanto pela alimentação como pelo contato com outro ser humano. Dar o peito, colocar o dedo mindinho na boca do bebe parece ser quase a mesma coisa, mas o dedo ainda tem unha e não tem o calorzinho do corpo. Este pai ultrapassou tabus para oferecer a seu filho o que ele precisava. Creio que o choque possa vir da possibilidade de sentimentos confusos deste pai para se comportar assim, mas sem conhecer o caso não poderia falar nada a respeito.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Pai valoresEntrevista cedida para o portal IG -Delas

Valores que os pais devem passar

O papel do pai é diferente do papel da mãe na transmissão de valores para os filhos?

Psicóloga: De forma geral não. Quando falamos de valores como respeito ao ser humano, comprometimento com horários, comprar apenas elementos que sejam realmente necessários, buscar sempre a máxima honestidade nos relacionamentos, buscar qualidade no trabalho que realiza, etc, falamos de valores que podem ser transmitidos independente do sexo dos pais.

Valores que os pais devem passar para os filhos

Psicóloga: Veja um bebe, não há um só pai que não diga que seu filho adora pegar o controle remoto. Porque? Porque o próprio pai vive com o controle remoto na mão. O filho quer fazer o que os pais, ou quem estiver por perto, fazem. Assim se você quiser que seu filho leia fará muito mais sentido que ele te veja lendo do que fazer todo um discurso sobre a importância da leitura.

Importância dos valores positivos na vida das pessoas

Psicóloga: Se não tivermos valores positivos não teremos caráter. Sem ter um bom numero de referencias sobre a importância das coisas boas como o respeito, comprometimento, honestidade, pontualidade, honestidade , etc, talvez não conseguiremos viver em sociedade de forma harmoniosa e nem teremos a oportunidade de sentirmos orgulho de nós mesmos com a paz de espirito por saber que estamos no caminho certo.

Como o pai pode saber se os valores positivos que tenta passar para os filhos estão sendo assimilados

Psicóloga: Observando as atitudes de seu filho. Se o pai tenta ensinar que o tempo da outra pessoa é tão precioso quanto nosso tempo e vê seu filho deixando seus amigos esperando é sinal de que o filho não está absorvendo. Vale lembrar que os filhos não são massinha de modelar que dependem totalmente do que os pais transmitem à eles. Cada um tem sua personalidade que poderá ser totalmente diferente do que o pai tenta transmitir. 

psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP