Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Esgotamento mental

 

Psicólogo para esgotamento mentalAmbientes de trabalho onde não há harmonia entre as pessoas, a chefia não se mostra coerente e o pessoa não consegue se perceber como um profissional competente e realizador pode levar ao esgotamento mental chamando de Síndrome de Burnout – também chamada de síndrome do esgotamento profissional.

O estresse continuo em ambientes de trabalho que não oferecem condições para o desempenho de um bom trabalho pode desgastar física, emocional e psicologicamente, principalmente em profissões que exigem o relacionamento continuo com outras pessoas.

Todos estão sujeitos a sofrerem da Síndrome do Burnout , mas aqueles que atuam em áreas onde lidam com as maiores angustias alheias são o que correm mais risco, como por exemplo, policiais, professores principalmente de escolas publicas, médicos, enfermeiros, profissionais do resgate, etc. São pessoas com maior dificuldade de sentir realização profissional.

A síndrome de Burnout pode ser muito parecida com a depressão, apresentando sintomas típicos do esgotamento mental como pensamentos negativos, falta de animo para ir ao trabalho, falta de gosto por atividades que antes eram prazerosas, alteração de humor fazendo com que haja dias melhores mas em seguida e sem causa aparente a pessoa sente-se péssima, comportamentos agressivos ou vontade de agir rispidamente com todos, dificuldade de fixar-se em uma leitura ou Tv, etc.

Em consequência deste estado mental fortemente abalado pode surgir dor de cabeça, muito suor, dores de barriga ou dificuldade na digestão, dores pelo corpo, dificuldade de dormir ou acordares no meio da noite, etc.

Os prejuízos começam a serem percebidos com as faltas ao trabalho, licenças médicas por depressão, e depreciação nos relacionamentos familiares e pessoais.

É possível tratar o Esgotamento Mental - Síndrome de Burnout

Para os sintomas físicos o medico pode receitar medicação adequada, mas para não manter um quadro continuo de “doença/remédio” a psicoterapia se faz necessária para que esta pessoa receba ajuda e possa desenvolver mecanismos de auto defesa para as situações que provocam o esgotamento mental.

Psicoterapia para esgotamento mental

Um psicólogo aplicará técnicas conforme a necessidade de cada um que pode ser:

- Treinamento de assertividade para que esta pessoa consiga falar a palavra Não quando for o caso mas ela não tem coragem e acaba engolindo mais sapos do que suporta.

- Identificar novas formas de lidar com todas as pessoas envolvidas em seu trabalho desde a chefia até os clientes de forma que este trabalho se torne mais leve e prazeroso.

- Identificar até mesmo a necessidade, ou não, de mudar de emprego ou atividade e conseguir meios para que esta transição ocorra com o mínimo de transtorno para sua vida.

- Orientação vocacional e profissional.

- Treino de relaxamento com respiração diafragmática.

- Treino de Habilidades sociais.

- Mudança dos padrões de pensamento negativos.

E muitas outras.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Entrevista cedida Para o portal Terra

Status e Estresse

Psicologo para tratamento do estresse

- Antes as pessoas tinham vergonha de falar que esta com estresse, hoje em dia as coisas mudaram e falar que esta estressado é como fosse status porque ocorreu essa mudança? 

Psicóloga: É possível que antigamente as pessoas tinham vergonha de demonstrar fraquezas. Falamos de um tempo onde era muito louvável passar toda uma vida em uma só empresa, hoje em dia isto pode ser até vergonhoso pois demonstra falta de dinamismo. Talvez por supervalorizar o dinamismo é que as pessoas se sentem orgulhosas por estarem estressadas, talvez para elas o stress demonstre que são superprodutivas e dedicadas. Mas nada disso pode ser verdade, o stress também pode significar um desgaste por falta de adaptação ao trabalho que realiza, pois quando uma pessoa gosta do que faz ela pode se sentir cansada mas não se estressa. O stress abrange desgaste físico e mental.

- Quais são os tipos de estresse?

Psicóloga: A palavra stress foi “emprestada” da física e se refere ao desgaste dos materiais. Usamos stress quando estamos desgastados física e emocionalmente. Os tipos de estresse são tantos quanto os tipos de situações que pode desgastar uma pessoa.

Alguns exemplos:

Estresse profissional = quando as exigências estão acima da capacidade de realização.

Estresse no relacionamento = quando as expectativas de harmonia são frustradas.

Estresse pós traumático = quando uma pessoa passa por uma situação muito forte, como um assalto por exemplo, e fica com sequelas emocionais.

Estresse social = quando, por excesso de timidez, a pessoa não consegue relaxar e ser espontânea em situações sociais.

Estresse de desempenho = quando é necessário provar competência, como por exemplo em provas e exames ou apresentação de trabalhos.

- Quais são os sintomas do estresse?

Psicóloga: Pode haver sintomas físicos como palpitações, suor frio, falta de ar, dor de barriga. Sintomas cognitivos, que são pensamentos derrotistas como “Não vou conseguir, nada vai dar certo, estou perdido”. Sintomas emocionais como depressão e crises de ansiedade.

- Quais tipos de tratamento que existem?

Psicóloga: É comum que as pessoas digam (principalmente os médicos) que quando se está estressado deve-se tirar férias, mas muitas vezes as férias pode até aumentar o estresse, pois não dá para tirar férias da própria cabeça, ela vai junto com a pessoa para praia ou para o sitio. Tirar férias, fazer relaxamento (o que é muito bom, recomendo como complemento) podem não oferecer resultados se a pessoa não trabalhar suas emoções e descobrir novas formas de lidar com os obstáculos da vida. A psicoterapia é um tratamento que se propõe a ajudar a pessoa neste sentido. Talvez este estressado esteja com dificuldades em dizer “não” as tarefas que lhe estão sendo delegadas e por isso ficou sobrecarregado – não adiantaria tirar férias pois voltaria e tudo estaria lá novamente, é necessário aprender ser assertivo e conseguir dizer “não” de forma elegante. Talvez o estresse esteja acontecendo por não ter resolvido situações marcantes do passado .

- Porque a cada dia pessoas estão ficando mais estressadas?

Psicóloga: As exigências estão aumentando. Antigamente as pessoas iam para suas casas depois do trabalho e “desligavam”. Hoje em dia o celular não deixa ninguém “desconectado”. Há uma cultura atual de que devemos estar a par de tudo o que acontece no mundo enquanto as coisas estão acontecendo. Parece que diminui u numero de pessoas que sentam-se e leem um livro, pensando e elaborando cada paragrafo. Hoje em dia é comum ver pessoas que leem apenas um paragrafo de cada assunto e já passa para o próximo.

- Homens ou mulheres quem tem a tendência de ficar mais estressada? Porque?

Psicóloga: Não tenho visto nenhuma pesquisa sobre isso mas parece que os homens ficam mais estressados em assuntos de trabalho. Talvez as mulheres já venham se preparando para acúmulos de atividades desde que são mães, donas de casa e profissionais. Mas , me parece que as mulheres apresentam mais estresse emocional e mais doenças como depressão, talvez por terem uma tendência maior em elaborar e pensar em detalhes do que os homens, mas esta é apenas uma observação subjetiva minha.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Tópicos 

Cansaço mental - sintomas

Os sintomas do cansaço mental podem ser físicos, cognitivos ou emocionais. Um exemplo de sintoma físico o disturbio do sono, cognitivo pensamento derrotista ou esquecimentos, emocional a depressão.

Estresse sintomas

Estresse sintomas e tratamento sintomas no corpo tontura

Podem surgir tanto sintomas mentais como físicos, ou seja sintomas no corpo, como por exemplo a tontura devido ao estresse. O tratamento deverá considerar todos os aspectos e em alguns casos é possível que seja necessário o acompanhamento médico além do psicológico. cansaço excessivo com falta de ar e dor nas pernas o que fazer

Cansaço excessivo - e falta de ar, e dor nas pernas, o que fazer?

Ao ficarmos cansados excessivamente podemos ter sintomas que inicialmente não consideraríamos relevantes como por exemplo falta de ar e dor nas pernas. O que fazer? Um profissional poderá avaliar cada caso e identificar a origem dos sintomas.

Colapso nervoso - sintomas, como tratar

Estafa mental - sintomas

O que é estafa mental, intelectual e profissional

Cansaço físico e mental, desanimo - o que pode ser?

Nervosismo sintomas

Cansaço mental Frases

Me sinto cansado Fisicamente Psicologicamente e Sentimentalmente, mas digo que estou bem pra economizar explicações. Igor Braz

Quando afligido pelo cansaço de qualquer procedência, mude de atitude mental e sentir-se-á reconfortado. Divaldo P. Franco

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP