Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Emoções negativas

 

Psicologo para tratar medo e raiva

Será que tentamos não sentir raiva, tristeza ou medo. Buscamos alegria todos os dias? Estamos errados?

Seria antipático falar que a dor enobrece e que o crescimento após períodos de dificuldades são sempre oportunidades de nos tornarmos pessoas melhores, mais fortes e capazes? Mas ainda assim pode ser verdade. O ser humano foi forjado para fugir da dor e buscar contentamento? A dor é inevitável. Dalai Lama disse “a dor vem sozinha, a alegria deve ser buscada”.

Das quatro emoções básicas (raiva, tristeza, medo e alegria), três são consideradas negativas e uma positiva.

Podemos passar toda uma vida tentando o equilíbrio entre as emoções negativas e positivas, tudo o que fazemos pode ser resultado da busca da alegria. Trabalhamos para termos dinheiro que nos faça felizes sustentando nossas famílias. Buscamos atividades que nos ofereça realização. Até quando parece que buscamos emoções negativas como o medo – quando subimos em uma montanha russa - na realidade o que fazemos é afronta-lo. Rimos dele com a satisfação de “você não me abala”.

Mas, algumas vezes as pessoas podem não conseguir superar sozinho e se pega diante do medo de perder alguém, de não conseguir se posicionar como deveria, de viajar, de tentar um novo empreendimento, de casar, de separar, de entrar no avião, de dirigir, de falar o que pensa.

Você pode sentir muita raiva das pessoas que não lhe dão espaço, dos engraçadinhos, dos mal educados, mas, eles podem estar por toda parte. Você pode se sentir muito triste por ter perdido o que ou quem mais amava, por não receber das pessoas o que gostaria, de ter tido uma família desengonçada, por não ter conseguido passar na prova, mas para muitos esta realidade se apresenta sem pedir licença.

Como superar?

Considero interessante pensar em aceitar, pode ser que parar de brigar com sua própria vida e passar a dar um olhar do tipo “Ok, não está legal mas posso tentar algumas coisas para mudar isso” pode ajudar. Entendo que aceitar não significa paralisar. Aceitar seria apenas mudar a postura de “coitado de mim” para “já que esta situação existe tentarei buscar soluções”.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Você pode superar a raiva quando muda sua concepção em relação as coisas e pessoas que lhe causam raiva. Pode superar o medo quando tenta enfrentar seus maiores medos. Pode superar a tristeza quando passa a enxergar as coisas que agora estão fora do seu alcance de percepção como por exemplo o orgulho de ser quem você é, o prazer em descobrir coisas novas, a satisfação em ser útil a muita gente, o gosto em experimentar coisas novas, etc.

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP