Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Dizer NÃO

Psicologo para dizer nao

Situações na quais as pessoas podem demonstrar dificuldade em dizer a palavra Não

- Comprar coisas que não quer porque não consegue falar "não" para o vendedor.

- Não conseguir provar uma roupa e sair da loja sem comprar.

- Não devolver produtos adquiridos com defeitos.

- No cinema não é capaz de pedir para as pessoas respeitarem seu espaço, e engole aquele chato que fica batendo na sua cadeira ou falando alto.

- Amigos pedem coisas inadmissíveis, e para não perder o amigo, para não se indispor, você acaba fazendo coisas ridículas como, por exemplo, ir à casa da ex deste amigo pedir um disco de volta, coisa que você sabe que não devia fazer, que não quer fazer mas não consegue falar NÃO.

- Não recusar convites do chefe, de festinhas chatas, que você só vai para marcar presença, mas ele nem percebe que você esteve lá, e você não conseguiu dizer NÃO.

- Deixar que furem a fila na sua frente.

- Etc.

Dificuldade em falar NÃO até quando há prejuízos

É possível que estas pessoas tenham dificuldade em assumir o que pensam. O medo de ser mal compreendido pode ser maior do que a necessidade em se defender. O medo de ser rejeitado pode pesar muito mais do que deveria. Medo de ser criticado, de não agradar. Alguns podem assumir compromissos com quem não tem afinidade por medo de ficar sozinho, ou de magoar os outros.

O medo maior pode ser o de ser vista pelo outro como sem graça, como desinteressante, talvez tenha necessidade de agradar. Essas pessoas podem não estar percebendo que podem prejudicar a si mesmas, ou podem perceber o dano mas não sabem como mudar. A psicoterapia pode também ser um tratamento para conseguir dizer não. terapia cognitiva comportamental para dizer não

Dificuldade em dizer NÃO x auto-estima

Quando você concorda com o outro “só da boca pra fora” você pode estar se magoando. Pode considerar que os outros são extremamente exigentes, críticos, e injustos, mas muitas vezes é a própria pessoa que é exigente consigo mesma, e não se permite um pouco de flexibilidade. Esse comportamento de dizer SIM quando quer dizer NÃO pode ser auto-proteção. A pessoa pode acreditar que está se defendendo de um mundo exigente, mas eu acredito que uma hora ela pode perceber que ninguém consegue agradar a todo mundo o tempo todo. É nessa hora que a pessoa pode precisar de apoio. Esse pode ser um bom momento para buscar orientação. Perceba que os outros podem não ser agradáveis o tempo todo, e tudo bem, não precisa.

Você pode optar por ser afirmativo, olhar nos olhos da outra pessoa e dizer “Não gostei do que você fez, por favor, não faça mais”. Eu acredito que isso não é o fim do mundo. Ao contrário, isso pode resolver muita coisa.

Falar ou ouvir a palavra “não” é saudável e natural. Ao perceber isso você pode ter mais disposição para cuidar de você mesmo. Essa compreensão pode colaborar com o processo de abandonar a meta impossível: de “ser perfeito”. Diga “sim” só quando você quer dizer “sim”. 

Pelé, nosso “rei” deu um belo exemplo, disse que só conseguiu fazer mais de 1280 gols porque se permitiu errar milhares de vezes.

A terapia cognitiva comportamental pode ser uma opção para aprender a dizer não.

Este texto foi escrito baseado nas experiências pessoais da psicóloga. 

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Ajuda psicológica ou terapia para dizer nãoEntrevista cedida para o portal Minha Vida

Porque é tão difícil dizer não

Dizer “não” é importante para a saúde mental e emocional Aprender a falar não pode ser importante para o equilíbrio emocional. As pessoas que “engolem tudo” e não colocam limites às solicitações externas podem estar alimentando sua própria baixo auto estima, pois demonstram que não conseguem valorizar suas necessidades e prioridades.

As pessoas as nosso redor podem não saber qual seria nosso limite e cabe a cada um de nós informar ao outro quando este limite chegou.

Desgaste que essa simples palavra pode trazer aos relacionamentos

As pessoas que não sabem dizer “não” podem sofrer caladas ou explodem em horas improprias. Ao sofrer calada há uma possibilidade maior de criar internamente um rancor contra as pessoas que a rodeia, e como este rancor não é expresso não há oportunidade de que estas pessoas mudem seu comportamento para algo que seja mais agradável para ela.

Quando a resposta é de explosão dificilmente a outra pessoa entende o porque disso, pois não foi informada pouco a pouco de que seu comportamento não estava sendo aceitável.

DIzer “não” x sentimento de rejeição

Esta relação é muito grande. Na maioria das vezes a dificuldade em dizer “não” aos outros se deve justamente ao medo de ser rejeitado. Algumas pessoas mais sensíveis simplesmente não suportam a possibilidade de alguém não a aprovar, e com isso faz tudo o que o outro quer dando a falsa impressão de que está tudo bem. Esta falsa harmonia tem prazo curto e em breve há ou uma explosão ou uma retirada definitiva da presença desta pessoa contrariada que não sabe dizer “não”.

Algumas pessoas tem mais dificuldade do que outras em dizer “não”

A necessidade de ser aprovado pelo outro é quase parte da natureza humana. Desde os tempos primitivos esta necessidade vem se consolidando com a percepção de que sobreviverá aquele que conseguem viver em grupo.

Alguns são ensinados desde o berço a obedecer aos adultos e nisso implica em não falar “não”. Mas mesmo os bebes insistem em usar o “não”, ainda bem, pois este é um treino muito bem vindo. Aquelas pessoas que são mais oprimidas em sua infância provavelmente terão mais dificuldade em falar “não” quando adultas.

Querer sempre agradar aos outros

A necessidade em agradar sempre aos outros pode dificultar muito a capacidade de dizer "não" na hora certa e da forma correta. A dificuldade em saber se impor e valorizar suas próprias necessidades pode impedir que a pessoa bloqueie os pedidos e colocações inconvenientes de algumas pessoas. Esta dificuldade denota uma grande insegurança que deve ser superada a fim de que se viva uma vida mais leve e harmoniosa.

Achar que o problema dos outros é mais importante ou maior do que o próprio

A baixa auto estima costuma desmerecer suas necessidades e considerar que o problema do outro e sempre mais importante.

Medo de perder uma oportunidade X considerar que qualquer oportunidade pode ser válida

Estas duas características podem tem origens bem diferentes. A pessoa com medo de perder oportunidade pode ter vivido situações em sua vida onde foi traumático o fato dela não ter reagido. E uma pessoa que considera que qualquer oportunidade é algo válido pode ter sido alguém que simplesmente não aprendeu a colocar limites na própria vida.

Alguns não usam a palavra “não” por serem muito prestativas e sempre querem ajudar

A pessoa que não fala “não” pelo prazer de ser prestativa pode também ser um viciado – o que não é reconhecido pelos outros pois seus atos são percebidos como algo “do bem”, mas este exagero em ajudar a todos sem se importar com seu próprio bem estar pode sim ser reflexo do vicio pela adrenalina desfrutada a cada ato prestativo.

Medo de conflito

O medo do conflito pode ter a ver com sensação de incapacidade em lidar e ele. Esta pessoa pode aprender que tem muito mais força do que acredita e perceber que o outro nem sempre é tão invencível como ela imagina.

Medo que o outro se sinta rejeitado

Muitas vezes o medo que o outro se sinta rejeitado tem a ver com a própria incapacidade em lidar com rejeições. Quando percebemos que rejeição não mata e podemos passar por cima dela quando temos consciência do que estamos fazendo ficamos mais fortes em lidar com o sentimento de rejeição do outro.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Aprenda a dizer naoEntrevista cedida para Revista Women's Health

Aprenda a dizer Não

- Pensando na relação com família, trabalho e amigas. Por que as pessoas têm dificuldade em dizer “não”?

Há um medo de perder oportunidades? Pode haver um medo de perder afeto ou consideração. Em algumas situações o que pode ocorrer é o medo da retaliação, medo que ao dizer “não” o outo se vingue de alguma forma.

- O “não” é saudável?

Na medida certa e dito da forma correta é muito, muito saudável.

- Quando o “não” deve ser dito?

Sempre que a pessoa perceber que será mais saudável a todos. Acredito que na maioria das vezes as pessoas se sentem bem ajudando os outros ou aceitando suas propostas, mas algumas vezes as propostas são prejudiciais e nestes casos devem receber um “não”. Entram neste exemplo convites, pedidos ou sugestões.

- Qual é o problema em não saber dizer “não”? O que a pessoa perde quando sempre diz “sim”? 

Perde amor próprio e às vezes bens materiais. Não conseguir negar pedidos, solicitações, empréstimos pode ser prejudicial tanto emocional como financeiramente.

- A cultura brasileira é diferente? Nós temos mais dificuldade em lidar com um “não”?

Percebo que em países europeus as pessoas são mais assertivas, se consideram menos responsáveis pela felicidade do outro e mais responsáveis pela própria felicidade, e sendo assim, talvez não sentem tanto confrangimento tanto de dizer como em ouvir um “não”.

- É melhor ir direto ao ponto? Por que seria ruim enrolar a resposta?

Não devemos confundir elegância com enrolação. Não temos o direito de ser grosseiro nem com aquele que foi grosseiro conosco. Ser elegante é consegui dizer no tom de voz correto, ou seja, sem grandes cargas emocionais e no momento correto, talvez em particular.

- Como saber ouvir o “não”? Isso também é importante?

Claro, importantíssimo e talvez mais difícil para algumas pessoas – mesmo que para um numero menor de pessoas. Quando temos “certezas” demais e não damos espaço para novas formas de pensar temos dificuldade em ouvir “não”.

Tópicos curtos:

Dizer não a quem precisa significa dizer sim para minhas prioridades

A música do Kid Abelha já dizia: "Dizer não é dizer sim, dar um não ao que é ruim, é mostrar o meu limite".

Dizer não as drogas

Acompanhamento psicológico para dependentes químicos, drogas ou álcool. Agende seu horário com psicólogo especializado em drogadição.

Dizer não para um homem

Quando a dificuldade está em colocar limites às investidas de alguém que considera que seu comportamento representa uma simples paquera quando não percebe que está sendo inconveniente pode ser interessante entender o que esta pessoa está representando para causar tal dificuldade. Caso não consiga sozinha conte com um aconselhamento psicológico.

Dizer não no trabalho

Muitas vezes o ambiente de trabalho coloca situações desconfortáveis, como por exemplo pedidos sem sentido, negociações desfavoráveis, etc. Para entendermos nossa dificuldade em dizer não para estas pessoas, pode medos sem sentido um terapeuta pode ajudar.

Dizer não aos filhos

Enfrentar birras e manhas pode nos fazer pensar que seria mais fácil ceder, assim acabaríamos logo com a discussão. Mas será? Será que a cada vez que os pais não dizem não na hora e do jeito certo não estaria reforçando o comportamento de birra e manha?

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP