Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Atendimento on-line ou presencial na região da Av Paulista. Rua Bela Cintra, 968. - (11) 3262-0621 - Agendamento pelo WhatsApp (11) 99787-4512

Se sente rejeitado? Entenda a Neurose de abandono!

Neurose de abandono se refere ao medo de ser abandonado(a) repentinamente. Os motivos são variados, pode ser porque a outra pessoa não é confiável ou porque não se é atraente, inteligente, popular, desejável o bastante.A pessoa pode acreditar que ninguém realmente ficará consigo por muito tempo, e às vezes pode até mesmo ser violenta com outros para cumprir essa auto profecia.

O que é síndrome do abandono?

É comum encontrar no histórico de pessoas com neurose de abandono acontecimentos traumáticos como divórcio, morte de parente próximo, abandono de cuidadores, entre outras situações que podem ir cristalizando internamente a ideia de que não importa quem seja o outro na relação ele irá embora cedo ou tarde.

Certamente que tais eventos passados não são uma sentença de que se sofrerá da neurose de abandono. A questão é a vivência traumática e mal elaborada de uma situação frustrante em relacionamentos passados. Esta é só uma das possíveis causas da neurose de abandono, não sendo tais experiências exclusivas da neurose de abandono ou outro diagnóstico psicopatológico.

 

Neurose de abandono e seus esquemas

Jeffrey Young, famoso psicólogo dos EUA, nos fala dos esquemas que criamos e utilizamos no nosso dia a dia para lidar com as mais diversas situações.

Ele cria sua teoria dos esquemas baseado na teoria cognitiva comportamental, que estuda as relações de percepção, memória, pensamento e comportamento, entre outros aspectos da psicologia humana, para verificar quais crenças e pensamentos agem de maneira pouco adaptada à realidade da pessoa e como alterar tais construções visando ao bem-estar da pessoa desajustada ao ambiente em que vive.

Um dos esquemas relacionados a neurose de abandono é aquele em que a pessoa escolhe parcerias que sabidamente não mantêm compromissos. E ainda que a outra pessoa tente manter o relacionamento quem sofre com essa neurose acaba criando situações de sufocamento que vão, de fato, asfixiando o relacionamento até seu término.

Esse e outros padrões de comportamento são invisíveis para quem sofre com eles. Um(a) psicólogo(a) pode ajudar a descortinar os laços que mantém alguém preso a situações que parecem se repetir em sua história.

Alguém que evita relacionamentos íntimos, não se expõe, e sustenta uma aura de desconfiança geral também pode sofrer de neuros e de abandono. Sempre a acreditar que os outros não são confiáveis, não são desejáveis, vaio promovendo um auto isolamento prejudicial.

Relacionamentos abusivos e sua manutenção como o único tipo de relacionamento possível pode ser um sintoma relacionado a neurose de abandono. Contrariando ideais romantizados e modelos mais progressistas de relacionamento algumas pessoas adoecidas permanecem nesses relacionamentos nocivos por crenças disfuncionais que envolvem autodepreciação e uma visão estreita do universo das relações humanas.

 

Tratamento com terapia de esquemas

O tratamento psicológico pode auxiliar enfraquecendo os esquemas desadaptativos e reforçando o lado saudável da pessoa.

O primeiro passo é uma avaliação abrangente da pessoa, analisando sua história pessoal e como é sua avaliação individual sobre sua trajetória, focando em crenças e percepções que podem ser fontes de vivências desajustadas.

A estratégia principal é identificar os esquemas mais importantes para a pessoa.

 

Neurose de abandono na psicanálise

Numa leitura psicanalítica as identidades de gênero podem estar em cheque e fomentar uma neurose de abandono.¹

O ciúme e a inveja do outro gênero podem causar uma depreciação do próprio sexo e suas representações, fazendo com que a pessoa busque relacionamentos que repetirão o abandono em vínculos frágeis com a outra pessoa, uma vez que a própria pessoa pode padecer de uma desconexão consigo mesma.¹

A neurose de abandono pode ser de difícil detecção inicialmente por não apresentar nada específico que possa permitir ao(a) psicólogo(a) fazer tal diagnóstico. Este é um ponto importante que precisa ser enfatizado.

Tal dificuldade explica porque, muitas vezes, tantas pessoas que sofrem com a neurose de abandono são erroneamente classificados com distúrbios neuróticos clássicos.²

Ligados a gênese de uma personalidade madura há um embate entre emoção e sexo relacionados a apegos de relações que vêm desde a primeira infância.²

Esta é uma luta que envolve muito risco para a pessoa com neurose de abandono, razão pela qual existe sempre apenas o menor vestígio, ou a ausência total, de um complexo de Édipo- componente essencial de uma psique bem ajustada.²

Aquela pessoa que foi abandonada anseia pela sensação de fusão com um único ser, a mãe, e não pode conceber outro.

 

Tratamento psicodinâmico

Para lidar com essa falta e ajudar na transformação do ego infantilizado numa instância mais equilibrada da identidade pessoal se promove um trabalho psicoterapêutico que descortina e trabalha as várias faces e ligações intrapsíquicas deste ego e suas representações do mundo exterior para a individualidade da pessoa atendida.

Pode ser um trabalho longo, porém recompensador.

Nossa clínica oferece atendimento especializado e profissionais de diversas abordagens que podem lhe auxiliar, entre em contato e agende uma consulta.

 

Marisa de Abreu

Psicóloga

CRP 06/29493

 

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

 

Referência

YOUNG, Jeffrey E.; KLOSKO, Janet S.; WEISHAAR, Marjorie E. Schema therapy. New York: Guilford, v. 254, 2003.

 

1 ALIZADE, Alcira Mariam. Cenários masculinos vulneráveis. J. psicanal., São Paulo , v. 42, n. 77, p. 187-205, dez. 2009.

2 GUEX, Germaine. The Abandonment Neurosis. Routledge, 2018.

psi2

Escolha Aqui seu Psicólogo - Quanto Custa a Psicoterapia? - Informações Gerais
Consulta com Psicólogo - Agende Aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade Paulista

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)