Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Primeiro encontro

Entrevista cedida para o site da apresentadora Eliana DaquiDali

Psicologo para primeiro encontroPrimeiro encontro

- Todos querem passar uma boa impressão no primeiro encontro. Exagerar nas histórias ou mentir pode ser um problema. Por quê?

Claro, cada mentira poderá ser um peso enorme a ser carregado caso o relacionamento vá para frente, pois esta mentira terá que ser sustentada e talvez até novas mentiras tenham que ser contadas para manter a primeira. Além do mais, quem iria querer que o parceiro se relacione com uma pessoa inventada e não com você mesma?

- Mudar de local, dia e horário em cima da hora do primeiro encontro pode ser rude ou mostrar falta de respeito. Como lidar com essa situação?

Depende do motivo desta troca, caso tenha sido feita para facilitar o acesso, ou para ter tempo de organizar algo mais especial, não vejo problema. Mas caso a troca tenha sido feita porque este encontro não está sendo prioridade e qualquer outra coisa se torna mais importante aí sim pode-se usar esta informação e avaliar qual real importância deste encontro para esta pessoa. De toda forma sempre há a possibilidade desta pessoa estar um tanto ansiosa e com dificuldades em lidar com encontros em geral, ou com este em particular, neste caso acredito que esta pessoa merece respeito em sua decisão de realizar mudanças em cima da hora e talvez possa ser interessante dar-lhe um pouco mais de tempo para elaborar a situação.

- Por que falar de ex-relacionamentos pode significar um problema para o novo, já que todo mundo tem um passado?

Um passado não significa certeza de que a pessoa se comportará da mesma forma em um novo relacionamento. Na verdade falar de ex-relacionamento no primeiro encontro pode significar que este relacionamento ainda não está totalmente superado, e neste caso pode ser um indicador que ainda não há espaço para um novo relacionamento. Também pode significar que esta pessoa deseja superar. Alguns aceitam bem o fato do outro mencionar antigos relacionamentos, outros não se sentem tão bem assim, acredito que possa ser interessante sentir o que pode estar funcionando para aquela pessoa naquele momento.

- Todos gostam de alguém que sabe ouvir e dar conselhos. Como a empatia pode ajudar na hora da conquista?

Acredito que também haja um grupo de pessoas que prefere ouvir mais do que ser ouvida e talvez para alguns conselhos não sejam tão interessantes, mas de toda forma a empatia costuma ajudar nos relacionamentos, seja ele amoroso, profissional, famíliar, mas não significa dar conselhos. Muitas vezes o conselho pode ser um tiro pela culatra pois não há como saber ao certo que seus conselhos serão adequados, muitas vezes a pessoa que aconselha ”compra” uma responsabilidade quanto resolver o problema do outro, mas isto ninguém pode ter certeza.

A empatia pode ajudar em um primeiro encontro quando a pessoa consegue, de coração, ouvir o outro e respeitar seus sentimentos e valores sem julgamentos.

- Após o encontro, quanto tempo depois pode voltar a falar com a pessoa e marcar um novo programa?

Ah, se houvesse regras tão definitivas, talvez a vida não tivesse a menor graça. O tempo para o próximo contato pode ser calculado considerando o quanto de ansiedade deve se superada e o quanto de interesse deve ser estimulado no outro através da janela de tempo que promove um pouco de saudades.

- Como a apresentação visual da mulher afeta os homens causando boa ou má impressão?

Não sei se feliz ou infelizmente a apresentação pessoal pode afetar as pessoas e talvez principalmente os homens. Uma pessoa bem arrumada pode pasar a impressão referente a vários aspectos que costumam ser muito desejados, como amor próprio, saúde, disponibilidade de tempo e segurança. Mas vale lembrar que não há como saber o que vai causar boa impressão no outro pois depende dos valores de cada um, por exemplo já vi homens que adoram esmalte vermelho e outros que odeiam esmalte vermelho. Então a mulher deve usar ou não esmalte vermelho? Minha resposta é: use se for de seu agrado e se alguém não quiser sua companhia por causa de uma cor de esmalte use esta informação para conhecer melhor esta pessoa e assim tomar sua decisão.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

Marisa de Abreu Alves
Psicóloga
CRP 06/29493


psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP