Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Preocupado

 

Quando uma pessoa se mostra interessada por determinado assunto é comum que demonstre preocupação pois se empenha para que as coisas ocorram dentro do esperado. Isso pode ser um bom sinal.

Mas nem sempre o que está por trás de uma pessoa preocupada é o capricho em realizar tudo da melhor forma possível. É possível que o limite seja ultrapassado provocando preocupação desproporcional.

Psicologo para tratar preocupacaoO problema da preocupação desproporcional é que ela deixa de ajudar, retirando o foco da pessoa no que realmente interessa, e passa a promover tanto desconforto como incapacidade de pensar com clareza a fim de tomar decisões que possam ajudar em seu objetivo.

Uma pessoa preocupada de forma desproporcional poderá agir de forma a prejudicar a obtenção de suas metas, pois estará mais sujeita a falar ou fazer coisas que não faria ou diria caso estive mais tranquila.

- Por que as pessoas se preocupam tanto?

Há algumas possibilidades que poderiam explicar o surgimento de preocupados desproporcionais. Alguns podem ser assim devido suas próprias características de personalidade, outros podem ter aprendido esta forma de reagir às situações problemas em sua formação ao longo da vida e convivência com pessoas significativas que demonstraram este comportamento. É possível que o aprendizado possa incluir momentos onde a pessoa assistiu outras pessoas valorizando de forma especial aqueles que se mostrassem preocupados, considerando-os me melhor caráter pelo fato de se envolverem de forma mais intensa com o que ocorre ao seu redor. Para outras pessoas, é possível que tenham se tornado preocupados devido à situações que tenham vivido e que deixaram marcas, impelindo-o a se comportarem de forma a tentar evitar que situações semelhantes ocorram.

- Como deixar de ser um preocupado desproporcional?

É comum que o preocupado já tenha ouvido bastante conselhos do tipo “não se preocupe”. Infelizmente não costuma dar resultado pois o que o preocupado gostaria de obter costuma ser a garantia de que nada de ruim irá ocorrer, e isto pode ser mais difícil de alguém proporcionar.

O que pode ajudar seria a análise quanto ao tipo de preocupação que esta pessoas costuma passar, assim como a investigação das causas e, um trabalho de autoconhecimento que pode envolver a melhor compreensão de seus pensamentos e consequências destes pensamentos. Muitas vezes pensamentos catastróficos costumam ocorrer mesmo em situações de menor importância. É possível que o entendimento sobre a função destes pensamentos ajude a contorna-los, por exemplo para uns a função pode ser de “proteção” como uma forma de tentar evitar de qualquer dissabor, para outros ou em outros momentos, pode ter a função de manter uma imagem pessoal de alguém que se importa, etc.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP