Para agendar sua consulta
entre em contato:
(11) 3262-0621 / (11) 99787-4512.

Unidade I: Rua Bela Cintra, 968 (Paulista) - Unidade II: Rua Frei Caneca, 33 (Consolação) - (11) 3262-0621 - Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Lado positivo do fracasso

Entrevista cedida à jornalista Katia Cardoso revista Máxima - Ed Abril

Existe lado positivo no fracasso?

Psicóloga: O fracasso pode nos fornecer muita informação como por exemplo onde erramos e quais os pontos devem ser aprimorados.

De que forma uma decepção ou um insucesso podem mudar a vida de alguém para melhor?

Psicóloga: Creio que pode haver situações nas quais obtemos resultados não desejados mas ainda assim foram resultados positivos. Creio que nem sempre acertamos ao desejar um determinado desfecho. Este tipo de situação pode nos ensinar a não sermos tão específicos em nossos desejos. A decepção também poderá mudará a vida de alguém para melhor quando esta pessoa parar de se lamentar pelo ocorrido, se distanciar da situação e obter um olhar de observador imparcial. Com isso ela poderá trabalhar sua objetividade e perceber as lições que este fracasso pode estar ensinando.

Psicologo para tratar fracasso

O que de positivo podemos tirar de experiências fracassadas?

Psicóloga: O aprendizado. Tanto o aprender como agir na próxima tentativa, como aprender humildade pois percebemos que não somos infalíveis. Por exemplo, se seu casamento terminou você pode considerar que foi um fracasso mas também poderá aprender qual o tipo de homem que não quer mais em sua vida, ou que tipo de relacionamento não quer mais. Com o fim de um casamento pode perceber, por exemplo, que para ser valorizada não deve mais ficar atrás do fogão todo domingo, que o melhor seria sair e fazer coisas diferentes que possam unir o casal.

E, como, a partir do fracasso podemos conquistar outras coisas melhores?

Psicóloga: Cada fracasso pode oferecer a chance de novo pontapé inicial. Todo recomeço pode ser visto com possibilidades infinitas, pois quando estamos no ponto zero podemos ir para qualquer lugar. Este é o momento para tomar cuidado e não andar em círculos, não repetir o que sempre foi feito. Pode-se tentar atitudes novas.

De que forma esse comportamento aprendido na infância nos atrapalha na vida adulta?

Psicóloga: Não acredito que hajam muitos pais ou mães ensinando o filho a fracassar, pelo menos não intencionalmente. Mas não aceitar o fracasso como uma das possibilidades pode significar perder o contato com a realidade. Sempre existirá a possibilidade de fracasso, não seria útil criar os filhos cegos para esta possibilidade, podemos ensinar que se levantem a cada decepção. A expectativa de que nunca falharemos pode nos deixar ansiosos, com auto cobrança elevada demais, e por incrível que pareça pode acabar falhando mais quem tem mais medo de errar – pois a ansiedade pode impedir o bom desempenho.

É importante ensinar as crianças a lidarem com o fracasso/frustrações desde cedo?

Psicóloga: Conheço uma pessoa que tem em suas memórias de infância mais doces a cena da avó o levando de volta ao cavalo logo após a queda deste mesmo cavalo. Esse é um belo exemplo onde se ensinou uma criança a não paralisar diante do fracasso. Podemos ensinar as crianças de que um fracasso não significa que nunca será bem sucedido, só significa que você está em processo de evolução e aprendizado. Podemos encontrar novas formas de fazer a mesma coisa ou novas coisas para serem realizadas. Não significa que devemos ser “cabeça duras” e persistir em terreno infértil, mas podemos tentar sempre novos caminhos.

Uma pessoa mergulhada num fracasso, não acha forças para retomar o rumo de sua vida e seguir adiante?

Psicóloga:: Creio que pode haver formas de se reerguer, claro que cada pessoa terá um caminho que possa ser adequado, talvez procurar ajuda em outras pessoas, encontrar alguém que possa lhe ajudar a ver a questão por ângulos diferentes, esta pessoa pode ser um amigo, parente ou um psicólogo. Talvez para outros o que a levantaria possa ser aprender a não ser perfeccionista, pois só o perfeccionista acredita que não pode errar, mas é quem costuma paralisar ao tentar fazer tudo “perfeito”.

Pessoas fracassadas se tornam resilientes?

Psicóloga: Depende da forma como ela elaborou este fracasso, vejo possibilidades de algumas pessoas saírem mais fragilizadas mas também vejo possibilidades de sair mais fortes e resilientes. Ao levantar da queda olhe pode ser importante olhar para frente e não para trás, não ocupar o seu tempo rogando pragas ou maldizendo algo ou alguém. Quanto mais remoer o problema mais poderá consolidar o problema. Talvez possa ser mais produtivo se voltar para novas e melhores possibilidades futuras, procurar todas as opções possíveis.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

FracassoEntrevista cedida para o Portal IG

Lições que o fracasso pode nos ensinar

O fracasso pode oferecer a possibilidade de aprender com o erro para que possamos errar menos no futuro - digo “errar menos” para que as pessoas não considerem que seria desejável a busca da perfeição, pois pode ser mais proveitoso isso não aprender a conviver com o imperfeito, porém real.

Algumas situações de fracasso e o que podemos aprender

1- Arrepender-se de compras

Comprar por impulso, comprar o que não consegue pagar, comprar mais do que consegue usar – são situações que podem promover arrependimento e muita sensação de fracasso e incompetência. A lição a ser aprendida poderia ser a necessidade de desenvolver uma analise mais apurada antes de realizar qualquer compra, analisar se esta compra está suprindo muito mais uma carência afetiva do que uma necessidade real por exemplo.

2- Término do casamento

Mesmo que o casamento seja rompido por conta do comportamento do outro é comum que ambas as partes sintam fracasso. Este pode ser o momento de reavaliar nossos valores e perceber que tipo de pessoa desejamos para partilhar a vida.

3- Escolha ruim quanto ao local das férias

Oportunidade para que na próxima vez não façamos escolhas pelas dicas alheias, nem pela moda do momento, mas consigamos identificar o que realmente nos diverte e motiva em uma viagem de férias.

4- Acreditou em namorado mentiroso

Talvez possamos aprender que ouvir o que gostamos de ouvir pode sair caro, pois o mentiroso pode ser hábil na arte de seduzir com verdades inventadas. Talvez seja hora de aprender a conviver com a realidade mesmo que seja menos colorida.

5- Fumou demais, bebeu demais etc, e ficou doente.

Hora de aprender que se não cuidarmos de nosso “templo” podemos ficar sem condições de viver pelo tempo que desejamos.

6- Cometeu atos ilícitos

Muitas pessoas conseguem identificar seus erros e percebem que a menos que façam algo para reverter os danos causados jamais terão auto estima novamente.

7- Traiu quem ama

Algumas vezes a traição acontece de forma impulsiva e somente depois a pessoa percebe que fez algo que a coloca em lugares onde ela mesma jamais quis estar. A lição nesta situação seria aprender o valor de um relacionamento bem construído e que resistir à tentações pode dar muito mais prazer a longo prazo do que a emoção imediata da traição.

8- Não se dedicou ao serviço e perdeu emprego

Perceber que um empego trata-se de um relacionamento que como qualquer outro deve se cultivado dia a dia. E caso a empresa veja que seu serviço não está sendo tão útil ela poderá procurar alguém que supra suas necessidades.

Agende sua consulta >> Ligue no (11) 3262-0621 ou clique aqui

9- Erou na escolha da roupa

Ir a uma festa ou outra ocasião e só descobrir que não prestou atenção ao traje adequado pode causar muita sensação de fracasso e fazer uma pessoa se fechar e não desfrutar do momento. Ocasião ótima para aprender a dar a volta por cima como por exemplo ter senso de humor e quem sabe até a usar o fato como motivo para rir da situação.

10- Não aproveitou oportunidade de conquistar quem interessava

Quem sabe este pode ser o momento ideal para identificar formas de puxar conversa, bater papo com quem ainda não conhece

psi2

Escolha aqui seu Psicólogo - Quanto custa a psicoterapia? - Informações gerais
Consulta com psicólogo - Agende aqui

*O material deste site é informativo, não substitui a terapia ou psicoterapia oferecida por um psicólogo.
Escolha aqui seu Psicólogo
Quanto custa a psicoterapia
Informações gerais
Consulta com psicólogo
Agende
aqui

AGENDE SUA CONSULTA

(11) 3262-0621 / Envie Whatsapp (11) 99787-4512

Unidade I

Rua Bela Cintra, 968
(Av. Paulista)

Unidade II

Rua Frei Caneca, 33
Centro - SP